Plano para Redes Sociais

Posted on 15 de Dezembro de 2014 por

0


Como criar um plano para as Redes Sociais imagem de destaque

Como criar um plano para as Redes Sociais? Por onde começar?

Embora seja tentador “mergulhar” imediatamente nas várias redes sociais, tens que ter primeiro um plano antes de te aventurares!

Quando trabalho com empresas, geralmente elas estão entusiasmadas e com vontade de entrar na “social media”, pois sabem quais são as vantagens das redes sociais – as empresas sabem que é obrigatório o marketing social! Mas elas estão confusas e não sabem o que devem fazer. Este artigo explica-te como criar um plano passo-a-passo para as redes sociais e como podes seguir em frente.

Uma das primeiras coisas que terás que fazer é definir os teus objectivos e as respectivas métricas que irão assegurar que estarás a ir no caminho certo. Se não tens uma estratégia com objectivos e métricas bem definidas, então não saberás se estas a fazer bem ou não. Como vimos nos 7 ingredientes da estratégia de marketing para a rede social, 83% das marketers admitem que não têm uma estratégia para as redes sociais!

Como criar um plano para as Redes Sociais? Por onde começar?

Como criar um plano para as Redes Sociais? Por onde começar?

A definição de objectivos e métricas irão assegurar que o tempo e os recursos que investires no marketing nas redes sociais serão bem aplicados. É importante definires uma direcção que estruture os teus esforços que permita atingires os teus objectivos, isto é, que te ajude a conseguires as vantagens nas redes sociais. Em conclusão, terás que ter um plano que defina uma direcção, tenha objectivos claros e mensuráveis e que tenha as respectivas métricas para fazeres o seguimento.

Então, vamos ver os passos que deves seguir para criares um plano para as redes sociais. E a propósito, a tua iniciativa nas redes sociais não começa com uma página no Facebook, mas deve começar com …

1. Estratégia de Marketing

Pode parecer muito básico, mas é sempre bom relembrar que tens que ter uma estratégia de marketing. Não existe um plano eficiente para as redes sociais sem que tenha por detrás uma estratégia de marketing para a empresa. Esse tem que ser o teu ponto de partida! … E muitas empresas não têm UM!

Este é o truque para verificares se tens efectivamente uma estratégia de marketing. Consegues terminar a frase: “Apenas nós …”. Vê ainda quais são as 6 perguntas para criares a tua estratégia de marketing.

2. Avalia a cultura da empresa

Estarás a perguntar-te a ti próprio o que a cultura da empresa tem a ver com o sucesso que possas alcançar nas redes sociais, certo? Tem TUDO a ver! Se a tua empresa é conservadora, então a tua presença nas redes sociais deve ser conservadora. Se és orientado ao cliente, então a personalidade da tua presença social deverá também ter esta característica. O teu tom de voz nas redes sociais terá que estar alinhada com a cultura da tua empresa.

Antes de iniciares o teu programa nas redes sociais, deverás verificar se os vários departamentos podem participar. Eles estão disponíveis para publicarem nas redes sociais? Estão prontos para se relacionarem com o público?

3. Equipa de redes sociais

Se a tua empresa for grande, será melhor criares uma equipa de líderes para as redes sociais. Eles irão supervisionar o pregresso da iniciativa e irão ajudar a resolver os problemas que possam surgir. Terão ainda a responsabilidade de ensinar e promover internamente o sucesso do programa.

4. Política para as redes sociais

Qualquer empresa, seja ela grande ou pequena, tem que ter uma política para as redes sociais. Será a linha orientadora para as interacções e relacionamentos dos colaboradores nas redes sociais. Servirá ainda para detalhar um plano de contingência que será activado caso algo corra mal.

5. Identificar as fontes para o conteúdo

O conteúdo é o catalisador para alcançares os benefícios nas redes sociais, mas nem todo o conteúdo é igual. Se a tua estratégia é criares uma voz de autoridade, então as tuas publicações no Facebook ou LinkedIn não serão suficientes. Terás que ter um conteúdo mais rico.

Para a maioria das empresas isso significa criar um blogue, publicar uma série de vídeos, criar ebooks, etc. Se a tua empresa tiver um negócio com uma predominância visual (ex. moda, viagens), as redes sociais Pinterest e Instagram poderão também ser um bom complemento. Pensa no que poderá funcionar melhor para a cultura da tua empresa.

6. Medir a tua presença nas redes sociais

Há um exercício que eu costumo realizar com a equipa de liderança das empresas. Pergunto-lhes “Se nos encontrarmos nesta mesma sala daqui a um ano, como irão saber se alcançámos o sucesso? O que terá que acontecer?”

Geralmente isto levanta a discussão dos objectivos. Terás ainda que assumir o compromisso em relação às acções que irão conduzir-te ao atingimento desses mesmos objectivos. Isto significa definires um cronograma com datas concretas e identificares quem irá executar as acções. Então, deves identificar as métricas que possam demonstrar progresso. Lembra-te que terás que considerar métricas mensuráveis e importantes para o progresso do programa, e que possam criar benefícios para o negócio a longo prazo.

7. Desenvolve o “networking” nas redes sociais

Por detrás de uma estratégia para as redes sociais, existe sempre uma estratégia para o conteúdo e uma estratégia para o “networking”. A maioria das empresas focam-se na parte do conteúdo, mas geralmente têm uma atitude passiva na construção do seu “networking”, ou seja, da sua audiência. Mas isso é crucial. O teu conteúdo não está optimizado para trabalhar para ti a não ser que se mova através do “networking”, criando oportunidades para divulgação e relacionamento. Por isso, tu tens que “atear” o teu conteúdo.

A decisão de criar o teu “networking” tem que ser estratégica, intencional e com continuidade. Logo que descubras ONDE estão os teus clientes e prospects, isso irá ajudar-te a identificar o teu “networking”.

8. Ecossistema de informação

Apenas agora deves começar a olhar para as plataformas de redes sociais (facebook, linkedin, youtube, …), onde irás colocar o teu conteúdo e onde irás relacionar-te com os teus potenciais clientes.

A escolha da plataforma correcta é uma decisão muito importante porque a maioria das empresas não dispõem de recursos para estarem em todas as redes sociais.

É natural considerares imediatamente o Facebook, LinkedIn, YouTube e, eventualmente, o Twitter. Mas também poderás pesquisar plataformas específicas da tua indústria e plataformas antigas, como grupos de discussão (chat rooms). Existem ainda novas redes sociais como o Pinterest e Instagram que poderás considerar . Vê qual é a Rede Social mais adequada para a sua empresa.

Bem, este deve ser o teu começo! O que pensas deste artigo? Será que esqueci-me de algo importante?

Irina Portugal / Analista de Media Social

© Marketing Digital Portugal, Leiria

Advertisements