A Tua Presença na Internet

Posted on 22 de Maio de 2013 por

6


Presença Internet, imagem de Destaque

Como começar negócio online: Etapa #13, A Tua Presença na Internet

Antes de lançares o teu negócio online, há uma etapa crítica que necessitas de cumprir: tens que criar a tua presença na internet.

Esta é a etapa #13 de como começar o teu próprio negócio online, mais uma importante etapa na tua estratégia de marketing digital. Se perdeste os artigos anteriores, vê o artigo inicial de “Como começar o teu próprio negócio online”.

Website para o teu negócio online

Website para o teu negócio online

Porque necessitas de um website profissional para o teu negócio online

Os teus potenciais clientes certamente que irão procurar o teu negócio online no Google. O que irão encontrar? Idealmente, eles irão encontrar o teu website profissional, fácil de navegar e que irá convencê-los que o teu negócio online é de confiança.

Outra razão para ter um website é que ele irá trabalhar para ti 24 horas, 7 dias por semana. O website irá fornecer a informação necessária para convencer os teus potenciais clientes a interagirem contigo.

Primeiro, escolhe um nome de domínio do website

Escolhe um nome de domínio do website, do tipo “www.negocioonline.pt”. Não te esqueças de substituir “negocioonline” pelo nome do seu negócio online.

Que nome deves escolher? Se já tens uma marca ou empresa no mundo offline, deves usar esse nome para o nome de domínio do website. Faz sentido teres uma estratégia de Marketing Digital que considera o que já existe no mundo offline, de modo a teres uma comunicação consistente para a marca ou empresa.

Se tens algum dinheiro para investir, poderás não só registar o nome no domínio .pt, mas também noutros domínios, como por exemplo, .com, .net ou .com.pt. Assim, evitas possíveis confusões com outros negócios online que nada têm a ver com o teu.

Se tens um negócio online internacional, podes optar pelo domínio .com ou registar o nome de domínio nos países em que tens interesse. Por exemplo, se estás interessado na Alemanha, poderás registar no domínio .de. Tem a vantagem de optimizar melhor nos motores de busca desses países.

Como podes registar o nome de domínio

Podes registar o nome de domínio através do teu fornecedor de hospedagem ou através de um agente de registo (registrars) de nomes de domínio.  Por exemplo, para o domínio .pt, podes consultar a lista de agentes em www.dns.pt/registrars-list.

Pessoalmente, eu tenho optado pela primeira opção. Tenho efectuado o registo através do meu fornecedor de hospedagem, porque é uma solução chave-na-mão simples e fácil. Ele não só trata do registo do nome de domínio, como ainda trata de associar o nome de domínio com a hospedagem, isto é, de toda a configuração do DNS.

Que fornecedor de hospedagem deves usar

Uma vez registado o teu nome de domínio, tens que escolher o fornecedor de hospedagem para o teu website. Como disse anteriormente, podes escolher um fornecedor que ofereça os dois serviços no mesmo pacote: registo + hospedagem.

O fornecedor de hospedagem que deves escolher tem que cumprir os seguintes requisitos:

  • Económico: o preço deve caber no teu orçamento. Tipicamente, o preço do alojamento é anual.
  • Fiável: o serviço deve estar sempre disponível e não apresentar tempos de indisponibilidade.
  • Rápido: o tempo de carregamento das páginas é importante para a optimização do website e para a conversão de potenciais clientes. Websites lentos são penalizados pelos motores de busca e têm taxas de abandono maiores.
  • Painel de controlo: é essencial para instalares o software que necessitas no teu website. For exemplo, se quiseres instalar o WordPress, tens que ter um painel de controlo.
  • Atendimento ao cliente: o fornecedor tem que disponibilizar um serviço eficiente de atendimento ao cliente. É muito importante no caso de necessitares de ajuda ou para resolveres algum problema no teu website.

Antes de escolheres um fornecedor de hospedagem, pede a opinião dos teus amigos, lê a opinião de clientes, vê como está classificado, etc. Muitos dos fornecedores permitem usar o serviço durante um período experimental. Faz a tua própria avaliação. Tem em conta toda essa informação antes de tomares uma decisão.

Lembra-te que a escolha do fornecedor da hospedagem é uma etapa fundamental no teu negócio online. Já imaginaste as consequências para o teu negócio online se o website estiver indisponível durante algum tempo? Quantas vendas deixas de realizar? Se o tempo de indisponibilidade for critico para o teu negócio online, investiga se o fornecedor tem um Acordo de Níveis de Serviço (Service Level Agreements) com penalizações por indisponibilidade.

Caso tenhas vários websites, é boa prática escolher diferentes fornecedores de hospedagem, de modo a diminuíres a dependência e reduzires o risco de teres problemas ao mesmo tempo em todos os websites.

A tarefa de hoje não foi difícil, pois não? Agora que sabes a importância de criares a tua presença na Internet, começa hoje mesmo a tarefa de escolheres o nome de domínio do teu website e inicia a selecção do teu fornecedor de alojamento.

O que pensas deste artigo? Partilhe os teus comentários em baixo e receba as minhas sugestões.

Carlos Rodrigues

Director de Marketing / Gestor de Marketing Digital

©Marketing Digital Portugal, Leiria

Anúncios
Posted in: Empreendedorismo