Conhecer Fãs nas Redes Sociais

Posted on 18 de Setembro de 2012 por

5


Conhecer Fans Redes Sociais, imagem de Destaque

As 3 etapas para conhecer os fãs da sua marca nas Redes Sociais

Hoje em dia, muitas marcas ou empresas já estão num nível superior de investimento na gestão da sua marca nas Redes Sociais, indo para além de acções superficiais ou pontuais de Social Media Marketing (SMM), e implementando estratégias mais aprofundadas, que exigem a utilização de estratégias de gestão de redes sociais mais profissionais.

Como explicamos num artigo anterior, Social Media Marketing (SMM) é o processo de adquirir tráfego ou captar a atenção dos cibernautas através das Redes Sociais. Geralmente, as estratégias de Social Media Marketing centram-se no esforço de criar conteúdo que atraía a atenção e encoraje os leitores a partilhar esse mesmo conteúdo através dos seus contactos nas redes sociais. Assim, neste conceito, o Social Media Marketing é uma forma de SEO marketing que facilitam a divulgação dos conteúdos, tendo um efeito viral (marketing viral), sendo por isso usado como Social Media Optimization SMO.

Uma estratégia de marketing digital bem pensada e focada nas redes sociais não está completa até que, menos que, não esteja em prática um plano para medir os resultados. É aqui onde muitas marcas e empresas tropeçam, e onde demonstram terem dificuldade em analisar toda a informação disponível. Um dos aspectos da análise deverá focar-se na compreensão da relação da sua marca ou empresa com as pessoas e como essas relações evolui ao longo do tempo.

Utilizando os dados de monitorização das redes sociais, conseguimos perceber quais são as conversas que estão a ocorrer ai e que estão relacionadas com a sua marca, geralmente fora do seu controlo, isto é, não foram nem são controladas por si. A utilização de ferramentas que permitam recolher estes dados é bastante frequente, mas poucas são as marcas que fazem uma análise detalhada.

Para fazer este tipo de análise, deverá guardar a informação ao longo do tempo, por relacionamento e ao nível individual. Isto irá permitir que comece a conhecer quem é importante para a sua marca, os tipos de relacionamentos que a sua marca tem, e como, ao longo do tempo, esses relacionamentos evoluem e impactam a relação ao nível do indivíduo. Essencialmente, estará a construir um perfis de relacionamento para os indivíduos que interagem com ou sobre a sua marca.

Este tipo de análise não é fácil de realizar sem a ajuda de uma ferramenta avançada de análise das redes sociais (Social Media Analytics tool). Para reunir a informação necessária que permita fazer uma análise detalhada, as empresas e marcas devem seguir as três etapas que apresento de seguida.

Passo 1: Utilização do Twitter

Através da API do Twitter poderá guardar os dados históricos sobre como as pessoas se envolvem no Twitter com a sua marca.

Ao aceder e armazenar métricas relacionadas com o seu fluxo no Twitter, será capaz de ver se está a ser bem sucedido na criação de um maior relacionamento, acabando, ao longo do tempo, por ganhar mais insights sobre métricas, tais como, o volume de retweets e respostas, e se esses utilizadores são seguidores ou não.

Mais importante, também será capaz de ver exactamente quem são os indivíduos que estão mais envolvidos com a sua marca no Twitter. Será agora capaz de entender, ao longo do tempo, os relacionamentos ao nível individual, vendo o que cada pessoa retweet e o que responde, e o que cada indivíduo diz nos seus tweets quando eles mencionam a sua marca. Isso permite que veja a relação que sua marca tem com os utilizadores do Twitter e como as relações são cultivadas e crescem ao longo do tempo.

Passo 2: Utilização do Facebook

Através da Facebook API Graph, terá acesso a todas as informações sobre a página da marca, que inclui todos os relacionamentos ocorridos. Logo que comece a aceder a esses dados através desta API, será capaz de começar a armazenar os dados históricos relacionados com a página e começar a construir um repositório de dados sobre os relacionamentos que ocorre na sua página no Facebook.

Estes dados incrivelmente valioso contém informações sobre com quem exactamente se relacionou, quando se relacionou, o tipo de relacionamento, assim como o que os seus fãs dizem ou o que eles gostam. Utilizando estes dados, será capaz de quantificar as relações que a marca tem com utilizadores específicos do Facebook, em vez de apenas olhar para os indicadores agregados que são fornecidos por Insights Facebook.

Passo 3: Combinar os dados das Redes Sociais

Uma vez que tenha começado a recolher os dados de diferentes fontes, poderá então combinar e cruzar os dados ao nível individual.

Tem agora um conjunto de dados extremamente valioso que podem ser usado para criar perfis de relacionamento para cada indivíduo. Também será capaz de ligar as diferentes contas de um indivíduo, nas diversas plataformas, para ter uma visão mais holística da relação da sua marca com cada indivíduo.

Uma vez que tenha uma melhor compreensão das relações da sua marca, será capaz de categorizar ou prioritizar os indivíduos, o que deverá ajudar a marca a cultivar relacionamentos de longo prazo. Também irá ajudar a encontrar os principais influenciadores, os embaixadores da marca, que poderão potenciar novos relacionamentos, e até mesmo permitirá identificar quais são as relações que estão em risco.

Indo um passo à frente, pode então trabalhar para conectar essas pessoas com o seu sistema de e-mail e CRM para completar o ciclo.

Definitivamente, não é uma tarefa fácil processar toda a informação que nos permita uma análise individual, mas trabalhando para o objectivo final de ter os dados de relacionamento com o utilizador, ao longo do tempo e ao nível individual, isso irá permitir encaixar mais uma peça no puzzle de medição do impacto do investimento na gestão da sua marca nas Redes Sociais.

Irina Portugal / Analista de Media Social

© Marketing Digital Portugal, Leiria

Anúncios