Erros Marketing Digital no Facebook

Posted on 10 de Setembro de 2012 por

5


Erros no Facebook, imagem de Destaque

5 Erros Comuns de Marketing Digital no Facebook

Muitos empreendedores têm beneficiado de um aumento nas vendas e nos seus lucros após terem aprendido como alavancar o poder do Facebook e do Marketing nas Redes Sociais. No entanto, em sentido contrário, muitas empresas falham nessa mesma abordagem, a começar nos aspectos básicos.

Se pesquisar na internet sobre Marketing no Facebook, irá encontrar muitos artigos e, certamente terá muitas pessoas a dar-lhe conselhos e a explicar-lhe os métodos de captar a atenção no Facebook. A questão é que, por cada dica encontrada, várias outras lhe dão indicações em sentido contrário. Dai que a pergunta que se coloca é: afinal, o que fazer?

Dominar as técnicas que efectivamente permitem usar o Facebook como uma ferramenta de Marketing Digital não tem que ser necessariamente difícil. De facto, desde que evite alguns erros comuns, verá que os seus esforços são rapidamente recompensados, que se traduzirá num significativo melhoramento do desempenho do seu negócio.

De seguida, apresento-lhe alguns dos erros mais comuns que muitos Marketers fazem quando utilizam o Social Media Marketing (SMM) e tentam tirar partido do poder que está por detrás dos anúncios e marketing do Facebook.

Se quizer saber, poderá encontrar neste blogue mais artigos sobre Social Media Marketing (SMM) e como o Marketing de Conteúdos é usado como técnica SEO (Social Media Optimization).

Erro #1: Falha na compreensão do Facebook como Media Social

O Facebook é um novo media para os negócios, e por isso, ainda não totalmente compreendido. Isto leva a que muitas pessoas assumam que o Facebook é igual a outros meios existentes na internet, tais como uma página Web ou uma lista de emails. Ora, isto não é verdade, o que leva muitos empreendedores a falharem na utilização do Facebook como ferramenta de Social Media Marketing, pois não tiram partido das particularidades que o Facebook oferece para ajudar nos esforços de Marketing Digital.

Por exemplo, personalizar uma página de fãs (Fan Page) é algo relativamente fácil. Também não leva muito tempo a preencher os campos com a informação sobre a empresa ou marca. Mas, é precisamente aqui que muitas empresas falham.

Muitos empreendedores não percebem que muitos cibernautas nunca irão para além de uma página personalizada antes de clicar no “Like”. De facto, as estatísticas mostram que apenas 1% do total de fãs que gostam de uma página voltam a visitar essa mesma página. Poderá até ter criado uma página específica de “Bem-vindo” para receber aos seus novos fãs, mas, muitos cibernautas irão perder completamente isso se os conduzir directamente para o mural.

Tenha sempre presente que o Facebook não é um substituto do website. É uma plataforma de Social Media Marketing, utilizado por pessoas que procuram interacções sociais. Por essa razão, é sempre necessário ter presente que os seus visitantes não são para suportar o seu negócio. Em vez disso, eles querem saber mais sobre o que tem a oferecer que os possa ajudar.

Por isso, aprenda tudo sobre a diferença entre o Marketing Directo e o Marketing Social e defina as tácticas que terá que usar no Facebook. Depois, invista e incorpore as tácticas do Marketing Social no plano de Marketing Digital da sua empresa.

Erro #2: Divulgação em massa da mensagem (broadcasting)

A ideia de anunciar no Facebook é para divulgar os seus produtos ou serviços, certo? Não exactamente.

A sua estratégia poderá ser a de, na sua página de fãs do Facebook, informar os seus visitantes sobre descontos, preços especiais, novos produtos, etc. Este tipo de divulgação de mensagem em massa (broadcasting) não é definitivamente a maneira indicada. De facto, análises recentes mostram que empreendedores que constantemente enviam no Facebook mensagens de publicidade acabam por perder fãs, em vez de aumentarem as vendas. Isto acontece porque os fãs procuram formas de interagir consigo. Por detrás da mensagem de marketing, querem ver uma pessoa real que se preocupe com o que eles pensam e necessitam.

Em vez de simplesmente enviar para os seus fãs mensagens massivas (broadcasting), pense numa forma genuína de oferecer conteúdos relevantes para eles. O seu objectivo é encontrar formas de interagir com os seus potenciais clientes e dar-lhes razões para eles se ligarem a si. Publique conteúdos que permitam mantê-los interessados e ligados a si. Isso irá aumentar os níveis de interacção.

Pare de pensar em como o Facebook poderá aumentar os seus lucros e comece a pensar o que tem para oferecer aos seus clientes. Isso conduzirá a uma experiência online mais autêntica, que no fim se traduzirá num incremento da sua credibilidade.

E lembre-se que se se focar na produção de conteúdos de qualidade que não empurram simplesmente os seus produtos para as pessoas, terá muito mais hipóteses de evitar este tipo de erro que descrevemos aqui.

Erro #3: Focos no número de Fãs

Muitos empreendedores pensam que ter um número massivo de fãs se traduz necessariamente num incremento enorme nas vendas. Isto simplesmente não é verdade.

Embora tenha um número enorme de pessoas que tenham feito “Like”, e isso possa ser usado para impressionar alguns dos seus amigos, a verdade é que temos que interrogarmo-nos sobre o seu verdadeiro significado para o seu negócio.

Tal como já referimos, apenas 1% dos fãs retornam à sua página. Isto significa que a única oportunidade que tem de ser ouvido é quando publica algum conteúdo. Por isso, a estratégia de publicar conteúdo com pouca frequência não é tão produtivo como muita gente pensa. Uma vez que o conteúdo não é renovado, que razões terão as pessoas em interagir consigo? Mas, mesmo que publique conteúdo com frequência, poderá apresentar uma razão suficientemente atraente para os seus fãs interagirem consigo?

Pense nisso. Atrair um número grande de fãs não significa que capte automaticamente a sua audiência. Apenas lhe oferece a possibilidade de encontrar uma forma de captar o seu interesse.

Erro #4: Focos no que você quer em vez do que eles querem

Obviamente, a obtenção de lucro é a razão principal porque alguém tem um negócio. De modo a conseguir atingir esse objectivo, o empreendedor necessita de encontrar maneiras novas e interessantes de trazer mais clientes.

As tácticas de Marketing Clássico (offline) tentam ser muito abrangentes levando a sua mensagem o mais longe possível, tentando alcançar o maior número possível de pessoas. O objectivo é tentar atingir potenciais clientes, mesmo que seja em número reduzido, que estejam interessados em comprar os seus produtos ou serviços.

Estas tácticas de divulgação em massa não funcionam no Marketing Social. Como já expliquei, falar de si e sobre o seu negócio é aborrecido para a sua audiência. A sua audiência está à procura de como você pode ajudar a resolver os seus problemas. Está à procura de informação interessante. Quer saber o que se passa na comunidade.

Portanto, tentar captar a atenção dos seus fãs falando de si, não é a forma correcta. Deve evitar este erro na publicação do seu conteúdo. Verá que os seus esforços serão recompensados se publicar conteúdos que os seus fãs apreciam.

Erro #5: Ignorar estatísticas

Olhar apenas para o número de fãs e ignorar outras estatísticas é um grande erro. A única maneira que um Marketer tem em perceber se as suas tácticas de Marketing Digital estão a funcionar, ou não, é olhando para as estatísticas.

O Facebook oferece um bom leque de estatísticas que poderá usar. Facebook Insight e Facebook EdgeRank ambos permitem seguir de perto a sua campanha de Marketing Social.

Facebook Insights. Fornece métricas relevantes que o ajudam a perceber o desempenho das suas páginas. Analisando tendências, o empreendedor tem a oportunidade de identificar uma oportunidade emergente e ver que tipo de conteúdo tem mais audiência.

Facebook EdgeRank. EdgeRank é baseado numa espécie de algoritmo que permite classificar os posts. Ele simplesmente olha para as várias actualizações, feitas por qualquer utilizador que esteja na rede social. Sempre que interage, cria um pedaço de conteúdo que é adicionado ao algoritmo.  Aqui, na classificação, entram sobretudo três elementos: afinidade, comentários recentes e peso. O algoritmo também considera o que as outras pessoas estão à procura. Por exemplo, se você é o tipo de pessoa que procura fotos nos perfis dos outros, então provavelmente preferirá que lhe sejam apresentadas actualizações com fotos. Se, pelo contrário, é do tipo que prefere uma conversa que se mantém durante algum tempo, esse é o tipo de actualizações que quererá ver.

Converta esta lógica sobre o que a sua audiência está a ver e relacione com o tipo de actualizações que ela quererá ter. Obviamente, no final, deverá querer maximizar o tipo de coisas que os seus fãs querem visualizar na sua página. Por isso, tem que olhar com muita atenção para as estatísticas e tirar as devidas conclusões. Como resultado, deverá ter um plano claro para a produção do seu conteúdo e isso deverá fazer parte do seu planeamento de Social Media Marketing.

Conclusão sobre erros no Facebook

O Marketing no Facebook oferece-lhe oportunidades únicas para crescer e melhorar o seu negócio. De facto, o Facebook é uma excelente ferramenta de  Marketing Social. O verdadeiro poder e alcance das Redes Sociais permitem interagir com os seus clientes e aumentar o reconhecimento da sua empresa ou marca acerca dos seus produtos ou serviços.

Garanta que não comete os erros comuns ao fazer o Marketing no Facebook. Trabalhe de modo a evitar esses mesmos erros e verá que os resultados dos esforços de Marketing Digital serão recompensados.

Aprenda, ligue-se e promova.

Irina Portugal / Analista de Media Social

© Marketing Digital Portugal, Leiria

Anúncios